3 formas de aplicar marketing emocional nos seus anúncios do Facebook

Felipe Sbravate

Head de Design e Plataforma

25 · abr · 2017

Há muitas formas de se criar anúncios efetivos para alcançar seus objetivos seja no Facebook ou em qualquer outra plataforma de anúncios. Saber respeitar as características do canal é a principal premissa para que efetivamente se obtenha resultados positivos em uma campanha. Quando se trata de criar conexões emocionais da sua marca com o público o desafio é tão difícil que a preocupação tem sido muito mais visual do que informativa. É importante levar em consideração não apenas os fatores visuais, mas também todos os elementos da mensagem.

A era da performance trouxe aos anunciantes um desejo quase que inescrupuloso com o resultado, deixando de lado a construção o desenvolvimento de uma ligação real com seus consumidores. Embora existam muitas dicas e hacks na web, aqui está um que parece altamente promissor: jogar na emoção das pessoas. Uma análise de 1.400 estudos de caso de campanhas publicitárias bem-sucedidas descobriu que as campanhas com conteúdo puramente emocional foram realizadas cerca de duas vezes mais do que campanhas com conteúdo apenas racional, 31% e 16% respectivamente.

A Trend Hunter Marketing analisou 55 campanhas de marketing emocional e encontrou uma pontuação de popularidade média de 8, muito maior do que em outras categorias, ou seja, uma pitada de emoção em suas campanhas do Facebook pode seduzir seu público-alvo fazendo com que ele não apenas clique e compre, mas crie a partir do seu anúncio.
Listo algumas dicas de como aplicar marketing emocional para anúncios do Facebook.

1. Crie uma brecha de curiosidade

Se você já pensou o que torna as manchetes Upworthy e Buzzfeed tão irresistíveis, aqui está uma de suas armas secretas: a lacuna de curiosidade.

Perguntas = Curiosidade

A fórmula das lacunas de curiosidade é simples, faça às pessoas uma pergunta fascinante ou conte-lhes uma boa história, mas deixe a melhor parte não contada. A razão pela qual isso funciona é devidos as pessoas ter uma tendência natural para ligar os pontos e descobrir as respostas. Será difícil para elas resistir a ler e clicar em seus anúncios no Facebook depois de ter colocado uma pergunta intrigante. A Copy Hackers foi capaz de obter um aumento de 927% em cliques em sua página de preços depois de aplicar a tática.

Mas fique atento ao seu público. Ao visar um público frio é melhor preencher a sua lacuna de curiosidade sem solicitar contrapartidas, já com audiências quentes, você pode pedir algo em troca, como por exemplo, seu endereço de e-mail.

2. Faça as pessoas felizes

Um estudo dos artigos mais lidos do New York Times encontrou que textos emocionais são conteúdos compartilhados com mais frequência, além disso posts positivos performam melhor do que posts negativos, e a mesma regra se aplica aos seus anúncios no Facebook.

Principais táticas para fazer uso da emoção da felicidade nos anúncios do Facebook:

• Projeto brilhantemente colorido do anúncio
• Imagens de anúncios com pessoas sorridentes
• Adjetivos e verbos com conotações positivas

A Eventbrite está aplicando todos os três métodos em suas campanhas de anúncios do Facebook e tem adquirido resultados expressivos em que não só os anúncios geram emoções positivas em relação à oferta, mas as pessoas estão aprendendo a associar a marca com sentimentos felizes.

Um estudo analisou mais de 1 milhão de opiniões on-line em sites como o TripAdvisor e descobriu que os restaurantes receberam avaliações significativamente melhores em dias com tempo bom e piores críticas em qualquer dia chuvoso. Se seu objetivo é fazer com que as pessoas se lembrem de sua marca como um impulsionador de bom humor em um dia de chuva, crie projetos de anúncios mais positivos.

Marketing de felicidade trabalha especialmente bem para marcas B2C. Por exemplo, marcas de bebidas alcóolicas costumam publicar comerciais com pessoas se divertindo na praia ou em festas. Se você observar o perfil de anúncios da Corona, verá que cada anúncio segue essa prática recomendada.

3. Surpreenda o seu público

A Psychology Today relata que consumidores usam emoções em vez de informações para avaliar uma marca. Se você está procurando por uma forte emoção que imediatamente vai chamar a atenção do seu público, crie uma oferta que vai surpreendê-los.

Uma maneira simples disso é realizar uma pesquisa original e compartilhar estatísticas interessantes com seu público de anúncios. Fatos surpreendentes chamam a atenção e você pode aplicar esta abordagem junto do princípio de sentimentos agradáveis, entregando a sensação de importância e de um relacionamento mais próximo com as pessoas.

Quem não gosta de café grátis?

Oferecer um cupom grátis ou surpreender seu público-alvo com mimos lhe garante maior atenção no Facebook, pequenos gestos criam uma relação forte de importância e gera bons resultados para suas campanhas.

A G2 Crowd oferece um cartão presente de US$ 5 do Starbucks em troca de preenchimento de uma pesquisa rápida. Isso funciona por três motivos:

• As pessoas são agradavelmente surpreendidos ao obter o cartão de presente.
• Ao preencher o questionário, eles se familiarizarão com a marca G2 Crowd.
• Quando você criar anúncios notáveis no Facebook, eles vão distribuir organicamente via gostos e ações do seu público-alvo.

De acordo com um estudo da Nielsen, 83% das pessoas dizem que sempre confiam nas recomendações de amigos e familiares, o que torna cada vez mais importante envolver o seu público-alvo.

A sensibilidade em saber como e com quem você está falando sempre será o melhor caminho para resultados mais expressivos em seus campanhas e planejamentos digitais.

Se a primeira necessidade do ser humano é a comunicação e as pessoas gostam de se relacionar, por que não oferecer relacionamentos positivos sempre?

Fontes de dados: Kissmetrics e Adspresso